O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

ISRAEL DISPÕE DE 100 BOMBAS NUCLEARES

O Estado de Israel dispõe de quase 100 bombas nucleares, confirma o Instituto sueco SIPRI. No entanto, o governo de Telavive recusa-se a admitir essa realidade, praticando a chamada “ambiguidade nuclear”. Nem a ONU nem a AIEA querem tomar conhecimento do facto, enquanto contribuem para políticas punitivas contra Iraque, Síria e Irão por programas de extermínio massivo que, comprovadamente, não existem.

A GUERRA CONTRA O IRÃO ESTÁ EM MOVIMENTO

Segundo as mais fresquinhas informações vindas directamente das águas tépidas do Golfo de Omã, a marinha dos Estados Unidos descobriu fragmentos de minas que há uma semana terão danificado dois petroleiros que estavam de passagem pela região. E segundo as inscrições nelas registadas, agora sim não há dúvida de que o autor da maldade foi o Irão, há que castigá-lo. Razão tinham o presidente Trump e os seus guardas pretorianos Bolton e Pompeo, que juravam desde o primeiro momento ter pressentido as “impressões digitais” de Teerão no incidente. Será assim?

MAIS TROPAS AMERICANAS PARA O MÉDIO ORIENTE

Os Estados Unidos decidiram enviar um reforço de mil efectivos de tropas para o Médio Oriente com o objectivo de “responder aos recentes ataques do Irão”, segundo o secretário da Defesa em funções, Patrick Shanahan. Entretanto correm informações de que o Pentágono prepara “bombardeamentos tácticos massivos” contra alvos iranianos, possivelmente locais da sua indústria nuclear civil.

IDEIA DAS “SABOTAGENS IRANIANAS” JÁ TEM 10 ANOS

Os "incidentes" com petroleiros no Médio Oriente sucedem-se. Tal como se sucedem as acusações proferidas pelos mais altos responsáveis norte-americanos contra o Irão, sem exibirem qualquer prova do que dizem e ignorando as veementes negativas de Teerão. Escutando os tambores de guerra norte-americanos contra o Irão, já não surpreende que aconteçam coisas estranhas e pouco explicadas como os "incidentes" deste tipo. Tanto mais que já há 10 anos um poderoso think tank norte-americano, a Brookings Institution", teorizava sobre a utilidade das "provocações iranianas", em relação às quais, aliás, Teerão era "muito reservado". Isto é, não "colabora" muito.

NEOM OU A “SOLUÇÃO FINAL” PALESTINIANA

A operação para impor uma “solução final” do problema palestiniano dirigida pelos Estados Unidos, Israel e Arábia Saudita está a adquirir uma envergadura que escapa à comunicação mainstream – o que não acontece por acaso – e também às mais importantes instâncias internacionais, sobretudo à ONU.

LUZ VERDE DE WASHINGTON À ANEXAÇÃO DA CISJORDÂNIA

Através do seu embaixador em Israel, os Estados Unidos deram luz verde à anexação da Cisjordânia. Foi numa entrevista, mas um embaixador não fala a título pessoal.

TER UM “FORT TRUMP” SAI MUITO CARO À POLÓNIA

A Polónia mendiga por uma base militar norte-americana, o "Fort Trump", mas Washington põe a fasquia muito alta para satisfazer comunidades judaicas que têm Israel por detrás

“ACORDO DO SÉCULO” IMPÕE A EXTINÇÃO DOS PALESTINIANOS

A compra da naturalização dos refugiados palestinianos com muito dinheiro oferecido aos países de acolhimento, mirabolantes trocas de pedaços de territórios continentais e insulares, projectos industriais e tecnológicos de encher o olho e ainda a transferência de populações integram o pacote económico do chamado “Acordo do Século” através do qual Trump e Netanyahu pretendem “resolver” o problema central do Médio Oriente – a questão palestiniana. Em termos práticos, trata-se de erradicar a nacionalidade palestiniana, isto é, os palestinianos. Uma forma de “solução final”.

MAURÍCIO MACRI, A FOTO E A ARGENTINA

Numa só fotografia de um acto oficial militar concentra-se a Argentina neoliberal de Maurício Macri, uma corte cheirando a armas, tráfico e sangue que remete para os tempos negros da ditadura 1976/1983

ISRAEL CONFISCA ESCOLAS PALESTINIANAS E VENDE-AS

O Estado de Israel vai vender em leilão as escolas que a União Europeia ofereceu aos palestinianos e que foram confiscadas arbitrariamente pelas forças de ocupação

IRÃO MANTÉM-SE DENTRO DO ACORDO NUCLEAR

O Irão respeita o acordo internacional sobre utilização de energia nuclear, de acordo com o último relatório de inspecção da Agência de Energia Atómica

NETANYAHU FALHOU: ISRAEL VOLTA ÀS URNAS

Netanyahu teve sete semanas para constituir uma coligação governamental e falhou. Faltou-lhe um deputado. Os israelitas voltam às urnas em Setembro.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top