O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

VIAGEM AO MUNDO DA VERDADE ÚNICA

Uma viagem ao mundo da “estratégia de comunicação” da União Europeia e respectivas emanações é uma experiência indispensável para confirmar os indícios de que os dirigentes europeus convivem cada vez mais desconfortavelmente com a liberdade de opinião. Na verdade, como ilustra essa incursão, já encaram a informação como propaganda, o contraditório como um abuso e a liberdade como um delito. Está aberto o caminho para a imposição da opinião única, em que se baseiam todas as formas de censura, desde a dos coronéis à dos “fact-checkers” contratados a peso de ouro por Bruxelas.

JOHNSON, TRUMP E O SALTO NO DESCONHECIDO

Com a designação de Boris Johnson como primeiro-ministro britânico, a vertente anglo-saxónica que gere imperialmente o neoliberalismo globalista fica nas mãos de populistas nacionalistas com vocações racistas e fascistas. É uma alteração qualitativa que deve ser lida em bloco tanto mais que, se o Brexit se consumar, o Reino Unido ficará ainda muito mais interdependente de Washington. Pelas suas características histeriónicas, Boris Johnson vem acrescentar um nível mais elevado de imprevisibilidade a uma situação onde avulta um Trump dramaticamente imprevisível. Estará o mundo, sob o império, à beira de um salto no desconhecido?

CRIADOS ESQUADRÕES DA MORTE NA VENEZUELA

A estratégia para destruir o legítimo Estado constitucional venezuelano é constituída por múltiplas variáveis e diversos cenários. Entre eles, como agora ficou a saber-se, o recurso aos sangrentos esquadrões da morte, bandos de assassinos sustentados pelos interesses coloniais na América Latina. Foram criados na Venezuela pelo homem de Trump, Elliot Abrams, que há 30 anos os forjara na Nicarágua.

É OFICIAL EM WASHINGTON: ARMAS NUCLEARES SÃO PARA USAR

A nova doutrina político-militar adoptada pela Junta de Chefes do Estado Maior das Forças Armadas dos Estados Unidos estabelece que o recurso a armas nucleares "é decisivo" para ultrapassar o facto de o Pentágono não conseguir ganhar "de maneira convincente" as guerras em que se envolve. Existe, portanto, uma mudança doutrinária em que o uso do nuclear deixa de ser tabu: passa a ser um meio de garantir vitória em guerras e garante "estabilidade estratégica". Além disso, pode proporcionar ataques preventivos que sejam dissuasores de guerras. O mundo que se prepare.

AMNISTIA INTERNACIONAL AFINADA COM O IMPÉRIO

A Amnistia internacional é juiz na Venezuela ouvindo apenas o lado da extrema-direita. Problema: o seu conceito de "direitos humanos" coincide com o dos agressores norte-americanos

RAZÕES DE WASHINGTON PARA O GOLPE NO BRASIL

A transcrição dos diálogos da conspiração confirmam o papel determinante dos Estados Unidos no golpe de Estado no Brasil. Veja algumas das razões que fazem mover Washington

PENTÁGONO MANDA 10 MIL SOLDADOS PARA O MÉDIO ORIENTE

Os Estados Unidos vão enviar mais dez mil efectivos militares para o Médio Oriente, juntando-se ao porta-aviões Abraham Lincoln e respectivo grupo de combate.

O MUNDO NAS MÃOS DE UM TRIUNVIRATO FASCISTA

A humanidade e o planeta estão nas mãos de um triunvirato de energúmenos, indubitavelmente potenciais serial killers, que rodeiam o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Não há qualquer maneira de dourar a pílula. Michael Pence, vice-presidente, Michael Pompeo, secretário de Estado, e John Bolton, conselheiro de Segurança Nacional associam mentalidades políticas fascistas a comportamentos em realidades paralelas nas quais a vida humana não tem qualquer valor.

WASHINGTON PUBLICA GUIA “PARA DERRUBAR GOVERNOS”

A Escola das Forças Especiais dos Estados faz um balanço de mais de 60 anos de actividades golpistas no mundo. Um autêntico "guia para derrubar governos estrangeiros".

GEÓRGIA: A NATO PAREDES MEIAS COM A RÚSSIA

A Geórgia, tal como a Ucrânia, integra a estratégia da NATO de cerco à Rússia. Veja como a aliança vai engolindo o país natal de Estaline e alimentando mais um foco de conflito.

WASHINGTON ESCAPA À JUSTIÇA INTERNACIONAL

O Tribunal Penal Internacional recusa-se a investigar os crimes de guerra norte-americanos no Afeganistão. Os Estados Unidos continuam imunes à justiça internacional

O IMPÉRIO MOVE-SE A PETRÓLEO

Sanções para um lado, golpes de Estado para outro, invasões militares, ameaças, chantagens para outros, os Estados Unidos desdobram-se em actividades que muitas vezes têm em comum um sinal - um rasto de petróleo. O império move-se a hidrocarbonetos no quadro de uma estratégia que é, de facto, elaborada e afinada com o objectivo de controlar globalmente a energia. O petróleo não explica tudo, mas diz muita coisa.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top