JORNAL DIGITAL DE INFORMAÇÃO INTERNACIONAL | DIRECTOR: JOSÉ GOULÃO

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2019

O LADO OCULTO
ANTÍDOTO PARA A PROPAGANDA GLOBAL
O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.
NASCE A GUANTÁNAMO DO SUL

2019-01-20

O Brasil oferece território para uma base militar dos Estados Unidos, depois de já ter convidado tropas dos EUA para participarem em manobras na Amazónia

“QUINTAL DAS TRASEIRAS” A FERRO E FOGO

2019-01-16

A guerra contra a Venezuela, conduzida pelos Estados Unidos e respectivas colónias regionais, está em marcha. O contexto militar ainda está indefinido, mas as provocações, conspirações, pressões e ameaças não deixam dúvidas. O confronto em andamento, porém, pode não corresponder ao que desejam os promotores. Outros interesses importantes se cruzam na região - e pede estar no horizonte a criação de uma base militar aeronaval russa em território venezuelano.

MOVIMENTO POPULAR RETOMA INICIATIVA NA BOLÍVIA

2019-01-10

Respondendo a uma ofensiva da direita conduzida pelos Estados Unidos, em 2018 o movimento transformador boliviano retomou a iniciativa, mobilizado por nova candidatura de Evo Morales

O TERROR AMADURECE NA AMÉRICA LATINA

2018-12-27

O terror paira sobre a América Latina no arranque de 2019, precisamente quando se assinalam os 60 anos da Revolução Cubana. Numa base norte-americana na Colômbia, um grupo de mercenários treina a montagem de uma provocação que poderá desembocar numa agressão contra a Venezuela cujo apoio de eminências fascistas como Jair Bolsonaro e Iván Duque, presidente da Colômbia, estaria já assegurado pelo SouthCom, o Comando Sul dos Estados Unidos da América. Cuba e Nicarágua estão igualmente sob ameaça.

OURO DA VENEZUELA SEQUESTRADO POR LONDRES

2018-11-16

A Venezuela quer de volta o seu ouro depositado no Banco de Inglaterra e Londres recusa-se a devolvê-lo, invocando razões absurdas. Roubo?

OPERAÇÃO CONDOR, PARTE II

2018-11-01

A eleição de Jair Bolsonaro como presidente do Brasil traz a peça que faltava no puzzle da nova geração Condor, isto é, os herdeiros das ditaduras militares dos anos 70/80 do século passado que, sob a batuta da CIA, geraram as primeiras experiências do neoliberalismo ortodoxo, puro e duro. Cerca de 50 mil mortos, 30 mil desaparecidos, 400 mil presos políticos provocou a primeira Operação Condor orquestrada pela CIA. Sob métodos diferentes, mas com os mesmos objectivos e maestros, a Operação Condor, Parte II procura a sobrevivência do neoliberalismo sem contemplações com a democracia, agora que a crise se arrasta e exige uma espécie de regresso às origens.

goto top

Recuperar password