JORNAL DIGITAL DE INFORMAÇÃO INTERNACIONAL | DIRECTOR: JOSÉ GOULÃO

Quinta-feira, 23 de Maio de 2019

O LADO OCULTO
ANTÍDOTO PARA A PROPAGANDA GLOBAL
O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.
CINTURA E ROTA, UMA REVOLUÇÃO GEOPOLÍTICA

2019-05-09

Iniciativa Cintura e Rota: a cooperação em vez do diktat imperial; a negociação no lugar da imposição. Mais de 150 países associam-se num projecto para uma nova ordem internacional

TURQUIA ALTERA JOGO DE FORÇAS NO MÉDIO ORIENTE

2019-04-19

A Turquia está em rotura com os Estados Unidos e a NATO e parece em vias de criar uma aliança militar com o Irão e o Qatar.

OS GOLPES NA MACEDÓNIA E A GRANDE ALBÂNIA

2019-03-22

Em menos de um ano, desde Junho do ano passado, as forças coloniais da NATO e da União Europeia deram passos decisivos para o controlo absoluto da região dos Balcãs. Nesse dia foi assinado o Tratado de Prespa, entre a Macedónia ex-jugoslava e a Grécia de Tsipras. Seguiram-se golpes na Macedónia e passos determinantes para a integração do Kosovo da Albânia, enquanto mais uma "revolução colorida" ganha fôlego na Sérvia. Nasce assim a Grande Albânia, velha ambição do expansionismo islâmico e mafioso de Tirana, cenário que coincide com as pretensões coloniais de Washington e Bruxelas no Sudoeste Balcânico.

PENCE SUGERIU A MERKEL INVADIR O MAR DE AZOV

2019-03-10

Foi em 16 de Fevereiro e o episódio dá conta do tipo de congeminações que circulam entre os dirigentes que têm o mundo nas mãos. Nesse dia, o vice-presidente dos Estados Unidos sugeriu à chanceler alemã enviar uma frota de navios de guerra ao Mar de Azov para provocar Putin; e Merkel não rejeitou imediatamente: ainda consultou o chefe do regime ucraniano e o presidente de França. A ideia morreu à nascença, mas de onde veio esta outras podem seguir-se… Até que o conflito rebente?

VENEZUELA TROCA LISBOA POR MOSCOVO

2019-03-04

A Venezuela decidiu mudar os escritórios europeus da empresa petrolífera estatal de Lisboa para Moscovo, de modo a defender os seus interesses e activos

UCRÂNIA CHEGA ÀS ELEIÇÕES NO TOPO DA POBREZA EUROPEIA

2019-02-25

Cinco anos depois do golpe de Estado "democrático" da Praça Maidan e à beira de novas eleições presidenciais, a Ucrânia chegou ao título de "país mais pobre da Europa", outorgado pelo FMI. Petro Porochenko, o presidente, prepara-se para novo mandato, se bem que as sondagens em nada lhe sejam favoráveis nem dêem favoritismo. Mas é o candidato da NATO e da União Europeia, estatuto que vale muitos milhões de votos à cabeça, ainda que Porochenko tenha contribuído para que um Estado fascista nascesse da "democracia" do golpe. A Ucrânia é o exemplo pleno das estranhas circunvoluções "democráticas" que asseguram o "nosso civilizado modo de vida".

goto top

Recuperar password