LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA - Conheça as novas medidas de O Lado Oculto para manter a publicação.

O LADO OCULTO - Jornal Digital de Informação Internacional | Director: José Goulão

O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

Assinar

O CONTRATO ENTRE GUAIDÓ E OS SEUS MERCENÁRIOS PARA MATAR MADURO

Tomar o aeroporto de Caracas, capturar o presidente Nicolás Maduro com o objectivo de o enviar para os Estados Unidos – ou matá-lo, em alternativa – era o objectivo principal da operação terrorista de 3 de Maio contra a Venezuela, de acordo com as confissões dos mercenários – entre eles dois ex-membros das forças especiais dos Estados Unidos – capturados na ocasião. A acção está expressa como “objectivo principal” no contrato estabelecido entre o chefe fascista Juan Guaidó, auto-intitulado “presidente interino”, e a empresa de mercenários Silvercorp, da Florida, igualmente prestadora de serviços ao actual presidente dos Estados Unidos. Conheça os meandros do contrato e os métodos de gestão pretendidos por Guaidó, o “presidente” da Venezuela reconhecido por numerosos países da União Europeia, entre os quais o governo da República Portuguesa.

GUAIDÓ EM PLANO PARA ASSASSINAR MADURO

Na quinta-feira, dia 26 de Março, o ex-major-general das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB) Clíver Alcalá Cordones deu uma entrevista e publicou uma série de vídeos na sua página na rede social Twitter revelando um plano de assassínio contra o presidente Nicolás Maduro elaborado por ele juntamente com o deputado opositor Juan Guaidó e assessores do governo dos Estados Unidos.

WASHINGTON SEM “ALTERNATIVA” À AGRESSÃO ARMADA NA VENEZUELA

Juan Guaidó falhou mais um golpe na Venezuela e, horas depois, não conseguiu convocar "a maior marcha de sempre" no país. A libertação do titular fascista Leopoldo López foi o único êxito da intentona de terça-feira. Acolhido na Embaixada de Espanha, López está na calha para suceder ao desacreditado Guaidó como agente de Washington. E, esgotadas as "revoluções coloridas" e as tentativas de arrastar as forças armadas para o golpe, Washington está cada vez mais reduzido à agressão militar como "alternativa" para derrubar o governo da Venezuela. Mas este, legítimo, democrático e livre, pode pedir ajuda defensiva a quem quiser.

VENEZUELA: FORÇAS ARMADAS REJEITARAM GOLPE

Nova intentona, nova derrota da oposição fascista venezuelana sustentada por Washington. Os militares rejeitaram uma operação que tentava envolvê-los e deixaram Juan Guaidó e o foragido Leopoldo López isolados às portas de uma base militar. Milhares de pessoas celebram a derrota golpista junto ao palácio presidencial de Caracas. Em Washington, Pompeo insiste: "todas as hipóteses estão em cima da mesa". Guaidó abandonou a concentração golpista a meio da tarde; Lopez acoitou-se entretanto na Embaixada do Chile em Caracas.

ASSINANTES SOLIDÁRIOS

O reforço da Informação Independente como antídoto para a propaganda global.
Bastam 50 cêntimos, o preço de um café, 1 euro, 5 euros, 10 euros…

saber mais
RENOVAÇÃO DE ASSINATURAS

Estimado Assinante,

Se a sua assinatura está prestes a expirar e desejar renová-la deverá proceder como anteriormente: escolher a periodicidade e a forma de pagamento.
Pode igualmente aderir à nossa acção de "assinatura solidária", contribuindo assim para reforço dos conteúdos de O Lado Oculto e assegurando a sua continuidade.

Grato pelo seu apoio
O Colectivo Redactorial

fechar
goto top