O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

A CRISE DAS MIGRAÇÕES NÃO É NA EUROPA

Se alguém perguntar aos migrantes e refugiados africanos na Europa que atravessaram o Mediterrâneo numa embarcação precária se fariam novamente a viagem a maioria responderá que “sim”. Muitos deles deslocaram-se em carrinhas e camiões através do perigoso deserto do Saara e outros amontoaram-se em frágeis embarcações que os levaram por águas agitadas. Viram companheiros de viagem morrer de sede ou afogados; apesar disso, estão convictos de que fariam tudo de novo.

ESCLAVAGISMO PORTUGUÊS E RESISTÊNCIA

A História oficial tem envolvido o esclavagismo português numa série de mitos de embalar como os humanistas, religiosos, épicos e civilizacionais. A História real desmonta-os a conta-nos histórias revoltantes.

ISRAEL DISPÕE DE 100 BOMBAS NUCLEARES

O Estado de Israel dispõe de quase 100 bombas nucleares, confirma o Instituto sueco SIPRI. No entanto, o governo de Telavive recusa-se a admitir essa realidade, praticando a chamada “ambiguidade nuclear”. Nem a ONU nem a AIEA querem tomar conhecimento do facto, enquanto contribuem para políticas punitivas contra Iraque, Síria e Irão por programas de extermínio massivo que, comprovadamente, não existem.

RACISMO EM PORTUGAL: O RELATÓRIO ESCONDIDO

Uma capa de silêncio cobriu o relatório sobre o racismo em Portugal publicado no âmbito do Conselho da Europa. Porque não se debate e analisa o problema?

O MASSACRE DE SHARPEVILLE E O RACISMO HOJE

Sharpeville, África do Sul, 21 de Março de 1960. O massacre de 70 pessoas ficou assinalado na história como um dos crimes mais horrendos do racismo institucionalizado. A data assinala actualmente o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial. Porque ela existe, manifesta-se de forma menos sangrenta - a não ser em Gaza, por exemplo - mas continua insidiosamente entranhada nas nossas sociedades. Há quem rejeite a realidade da discriminação racial, também em Portugal. Um negacionismo que é, afinal, uma forma de a perpetuar e contra o qual se se realiza um acto cívico nesta quinta-feira, uma concentração no Largo de S. Domingos, em Lisboa, a partir das 18 horas.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top