O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

CNN SUPERA-SE: GUAIDÓ É “PRESIDENTE ELEITO”

A CNN informou que houve eleições na Venezuela em Janeiro nas quais Guaidó derrotou Maduro. Um "case study" de fake news.

O TRIUNFO DA MENTIRA GLOBAL

Não houve qualquer ataque químico em Duma, na Síria, no dia 7 de Abril de 2018. A Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ/OPCW) investigou o local, não detectou vestígios de substâncias tóxicas nem conseguiu contar os mortos, "se é que os houve". As imagens foram encenadas, como têm vindo a denunciar numerosos jornalistas que respeitam a ética da profissão. Esse suposto "ataque", recorda-se, levou os Estados Unidos, a França e o Reino Unido a bombardearem a Síria uma semana depois. No entanto, a informação dominante que intoxicou o mundo com as imagens falsas não restaura agora a verdade nem sequer dá relevo ao relatório da OPAQ. É o triunfo da mentira.

“AGRESSÃO HUMANITÁRIA” – NOVO CONCEITO, VELHAS PRÁTICAS

"Ajuda humanitária" é uma forma recente de aplicar a velha estratégia de cinismo de quem explora condições difíceis para seres humanos para delas tirar proveito por interesses próprios. Entre os anos trinta do século passado, como já sublinhava Bento de Jesus Caraça, e as provocações ocorridas nestes dias nas fronteiras da Venezuela, não passou assim tanto tempo e os métodos apenas refinaram na propaganda.

OPERAÇÃO “FAKE NEWS”, INSTRUMENTO DE CENSURA

Explorando preocupações legítimas, a operação "fake news" afirma-se com o propósito censório de asfixiar as alternativas à informação oficial.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top