O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

DESPEDIMENTOS EM MASSA ANUNCIAM RECESSÃO

Sete mil na Ford, quatro mil na Nestlé... Despedimentos em massa sucedem-se nos Estados Unidos nas grandes e pequenas empresas. Onde "tudo vai bem" já desponta a recessão

CHINA, UMA DÉCADA DE RÁPIDO CRESCIMENTO

A China triplicou o seu crescimento económico numa década em que a União Europeia viveu entre a recessão e um anémico crescimento. Vale a pena olhar os resultados do modelo chinês, sem tabus e efeitos da propaganda.

TITANIC ARGENTINO À DERIVA COM MACRI

"Na mesma direcção e o mais rapidamente possível". As ordens de Macri na Argentina são iguais às do capitão do Titanic que antecederam a tragédia.

BANQUEIROS ASSALTAM A REGULAÇÃO BANCÁRIA

Reconhecida figura de lobby bancário passa a chefiar a Autoridade Bancária Europeia, junto da qual fazia lobby. Ou dar as chaves de casas ao assaltante.

CELEBRAR O EURO É UMA FARSA

O presidente da Comissão Europeia acha que os 20 anos de vida do euro trouxeram "prosperidade, soberania e protecção aos cidadãos europeus". Em que mundo vive o homem?

GRANDE RECESSÃO GLOBAL BATE À PORTA

A grande recessão anunciada está à porta. Traz contracção económica, inflação e ainda maior agitação geopolítica. O neoliberalismo estrebucha, milhões sofrem.

BRAIN DRAIN: A FUGA OU EXPULSÃO DE CÉREBROS

Portugal continua a não segurar os seus cidadãos mais capazes e preparados. Salários e falta de respeito pelo trabalho explicam muito.

FMI ATACA SEM DÓ NA AMÉRICA LATINA

Chegou a hora da vingança. Contido por muitos governos que agora foram substituídos, o FMI contra ataca sem piedade na América Latina

CORRIDA AO OURO ENSOMBRA O REINADO DO DÓLAR

Cada vez mais países compram ouro para se libertarem do dólar e da economia dos EUA. E o euro, "moeda mais artificial de sempre, não é de confiança".

21.694.906.926.249 DÓLARES: A DÍVIDA DOS ESTADOS UNIDOS

Mais de 21,5 biliões de dólares, 150% do PIB; a dívida soberana dos Estados Unidos é um comboio de números em velocidade supersónica. Trump promete "medidas"

AS PROTEÍNAS EM MÃOS ALHEIAS: QUEM DOMINA O QUE COMEMOS

Portugal deixou praticamente de produzir cereais. As proteínas vitais têm que ser importadas. Como se chegou a isto?

CRISES E RESGATES GERAM LUCROS ASTRONÓMICOS AOS BANCOS

Os cinco maiores bancos norte-americanos somaram lucros de 583 mil milhões de dólares durante os 10 anos que se seguiram ao colapso financeiro de 2008. A situação, proporcionada pelos resgates com dinheiro dos contribuintes e pela política de "bancos que não podem falir", permitiu-lhes acumular activos próximos dos 10 biliões de dólares, mais de metade do PIB norte-americano em 2016. Os bancos "tornaram-se salteadores", acusa o presidente da Public Citizen, organização de defesa dos consumidores que revelou o escândalo.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top