O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

EUROPA AO LADO DE TRUMP CONTRA O IRÃO

As principais potências europeias, Alemanha, França e Reino Unido, continuam a afirmar oficialmente que estão a “tentar salvar” o acordo nuclear com o Irão mas, na verdade, já o venderam aos Estados Unidos. E quando dirigentes europeus visitam Teerão não o fazem para sublinhar a importância de o Irão continuar a respeitar o acordo mas sim para convencer este país a aceitar as exigências dos Estados Unidos e a renegociar o que ficou estabelecido em Genebra.

CONFIRMA-SE APROXIMAÇÃO ENTRE PARIS E MOSCOVO

Confirma-se que o presidente francês pretende uma relação menos conflituosa com Moscovo, afastando-se da ortodoxia norte-americana e da União Europeia

DEGELO ECONÓMICO ENTRE FRANÇA E RÚSSIA

Dimitri Medvedev, primeiro-ministro russo, visita Paris em 24 e 25 de Junho para dar seguimento a propostas de desenvolvimento económico feitas por Macron.

UNIÃO EUROPEIA LEVADA AO TRIBUNAL DE HAIA

Um processo apresentado no Tribunal Penal Internacional (TPI) de Haia acusa a União Europeia da morte de pelo menos 14 mil refugiados e de ser responsável por 40 mil vítimas de "crimes contra a humanidade".

O MILAGRE IMOBILIÁRIO DE NOTRE DAME

Com as pedras de Notre Dame ainda fumegantes, o governo Macron assumiu poderes de excepção e lançou-se na megaoperação de privatização da Île de La Cité, negócio que garante incalculáveis lucros.

HÁ TROPAS ESPECIAIS FRANCESAS NA UCRÂNIA

A França tem tropas especiais colocadas clandestinamente na Ucrânia, tal como na Síria, Iraque, Iémen ou no Sahel. E utiliza-as para reforçar mais um serviço de espionagem.

MACRON, OU O GLOBALISMO FARDADO

Ao enviar tropas para a rua reprimir manifestações, autorizando o uso de munições reais, Macron revelou até onde pode chegar o globalismo neoliberal que guia a União Europeia

ITÁLIA E CHINA REJEITAM PRESSÕES DA UE

A Itália integrou-se no projecto chinês "Cintura e Rota" ou "a nova Rota da Seda", apesar das intensas pressões da União Europeia para só fazer acordos em bloco com Pequim

PENCE SUGERIU A MERKEL INVADIR O MAR DE AZOV

Foi em 16 de Fevereiro e o episódio dá conta do tipo de congeminações que circulam entre os dirigentes que têm o mundo nas mãos. Nesse dia, o vice-presidente dos Estados Unidos sugeriu à chanceler alemã enviar uma frota de navios de guerra ao Mar de Azov para provocar Putin; e Merkel não rejeitou imediatamente: ainda consultou o chefe do regime ucraniano e o presidente de França. A ideia morreu à nascença, mas de onde veio esta outras podem seguir-se… Até que o conflito rebente?

ALEMANHA ESTÁ EM PLENO NO NEGÓCIO DAS ARMAS

Acabou o jejum: a Alemanha regressa em pleno ao negócio das armas de guerra, em segredo e pelo braço da França. O lucro vale mais que o sangue.

BERLIM DIZ A BRUXELAS QUE NÃO TEM A VER COM NORD STREAM 2

A Comissão Europeia, fazendo a vontade a Washington, quis acabar com o gasoduto Nord Stream 2. A Alemanha disse-lhe para tirar daí o sentido e defendeu o negócio com a Rússia.

GAZA, SOLUÇÃO FINAL

Em Gaza há um povo em agonia que resiste ainda à selvajaria sionista, que avança rumo ao extermínio, à solução final. É isso que se percebe nas palavras de Benjamin Netanyahu proferidas em Paris na designada "Cimeira da Paz": "não há solução diplomática para Gaza". Perante um mundo mudo e quedo, o retinto fascismo sionista exige agora, através de uma "crise governamental", que o primeiro ministro vá até ao fim sem mais delongas. E o mundo continua a assistir, imóvel como um penedo.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top