O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

DE COMO O OCIDENTE SE ENGANOU NA SÍRIA

Tal como aconteceu com Saddam Hussein e Muammar Khaddafi, as grandes potências ocidentais traçaram o mesmo futuro a Bachar al-Assad: o desaparecimento político, ou mesmo físico. Porém, os terroristas "moderados" apoiados pelo Ocidente na guerra contra a Síria transformaram-se numa apocalíptica máquina de morte e, apesar disso, Bachar al-Assad emergiu como vencedor do conflito e tendo ao lado uma grande potência, a Rússia. Mais uma vez o Ocidente tomou os desejos por realidades, leu a narrativa dos acontecimentos ao contrário e saiu humilhado. Só que isso custou milhões de vítimas, uma crise de refugiados e deixou um país e um povo em ruínas.

AS HERANÇAS MISTERIOSAS DA NATO NA LÍBIA

Armas norte-americanas apareceram nas mãos de um senhor da guerra líbio, violando o embargo internacional. E ninguém assume a responsabilidade, escudando-se no caos deixado pela NATO.

A ARMA DAS SANÇÕES: GUERRA, TORTURA, MORTE LENTA

Depois de se ter retirado unilateralmente do acordo nuclear com o Irão no ano passado, a Casa Branca anunciou em Abril que o seu objectivo é “levar as exportações iranianas a zero”. Para tentar que isso aconteça, Washington deixou de permitir que países como a Índia, a China, o Japão, a Turquia e a Coreia do Sul importem petróleo iraniano: os Estados Unidos ditam a países soberanos com quem podem negociar.

NATO FEZ DA LÍBIA UM NINHO DO TERRORISMO INTERNACIONAL

Depois de a NATO ter "libertado" a Líbia, este país transformou-se na placa giratória do terrorismo na sua versão "jihadista", provocando tragédias em pelo menos 14 nações.

LÍBIA, UMA GUERRA IMPERIALISTA

Sangue por petróleo, é o que está em jogo na situação líbia, onde a guerra imperialista prossegue desde que a NATO decidiu derrubar Khaddafi e desmantelar o Estado para tomar conta dos hidrocarbonetos.

TRUMP AMEAÇA RÚSSIA E ONU

Ao contrário de outras invasões norte-americanas, a Rússia antecipou-se e enviou meios militares para a Venezuela. E Trump ameaça: "todas as opções estão sobre a mesa".

FBI E CIA APERFEIÇOAM AS TÉCNICAS DE TORTURA

Agências de espionagem norte-americanas abriram concurso para "melhorar as técnicas de interrogatório", enquanto prosseguem a busca do "soro da verdade".

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top