O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

A SÍRIA ENTRE O MARTELO OTOMANO E A BIGORNA ISRAELITA

A Síria, numa situação desconfortável e vulnerável, está a ser prensada entre o martelo otomano, a norte, e a bigorna israelita, a sul. Ambos os sectores são hostis, expansionistas e ocupam território sírio. Por vezes, quando se menciona uma “zona segura” ao longo da fronteira sírio-turca vem à mente a situação que se vive na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Em ambos os casos invocam-se razões de “segurança”: há um Estado colocado sob ameaça a pretexto da “segurança” do Estado vizinho.

A MÃO COLONIAL NOS DISTÚRBIOS IRAQUIANOS

As reivindicações dos manifestantes que tomam as ruas de Bagdade e outras cidades iraquianas são justíssimas num país deixado no caos económico pelos invasores e ocupantes. Já os interesses que os manipulam e os incitam à violência e à desestabilização total são os mesmos que querem montar uma espécie de “Primavera árabe”, desta feita para transformar o Iraque em mais uma frente da guerra dos Estados Unidos contra o Irão.

UCRÂNIA, O EXEMPLO DA CORRUPÇÃO POLÍTICA OCIDENTAL

São frequentes os episódios em que as circunstâncias se alinham para ilustrar o lamaçal em que funciona, nos dias de hoje, a política que nos é servida como padrão da democracia. Porém, talvez nenhum seja tão completo e revelador do que o suscitado pelo recente telefonema do presidente dos Estados Unidos ao presidente da Ucrânia pedindo-lhe para investigar as actividades ucranianas do anterior vice-presidente dos Estados Unidos.

TURQUIA AMEAÇA A SÍRIA E ABRE CONFLITO NA NATO

O anúncio feito pela Turquia de que está prestes a lançar uma grande ofensiva militar no norte da Síria, a leste do rio Eufrates, agravou a espiral de instabilidade na região, que passa agora bem pelo interior da NATO e revela até que ponto a guerra desencadeada por sectores da “comunidade internacional” contra o povo sírio e criou e multiplicou artificialmente numerosos focos de conflito.

LUCROS DO ARMAMENTO: 500% EM DEZ ANOS!

Não é novidade que a produção de armas gera muito dinheiro. Os meios de comunicação especializados em áreas de negócios lembram-no com bastante frequência: em períodos de valorização negativa das contas poupança e das obrigações do Estado é possível conseguir grandes lucros no sector de armamento: 500% em dez anos, 17,5% ao ano!

CHOVEM MILHÕES PARA OS USURPADORES DE CARACAS

“Pude dar-lhes a óptima notícia de que vou enviar 52 milhões de dólares em novos fundos da USAID para apoiar o governo interino e o povo da Venezuela”. As palavras são de Mark Greeen, presidente da Agência para o Desenvolvimento Internacional (USAID), uma entidade da esfera da CIA, durante o anúncio da dádiva de mais meia centena de milhões de dólares para os usurpadores e terroristas que pretendem derrubar o governo legítimo da Venezuela. Desde 2017, a “ajuda” directa ao golpe, só através da USAID, já ultrapassa os 550 milhões de dólares.

É HORA DE A ONU SAIR DOS ESTADOS UNIDOS

Com uma perigosa administração de direita, de cariz fascista, no governo em Washington, rejeitando o direito internacional e a prática de consensos, chegou a hora de as Nações Unidas e as missões permanentes dos Estados membros mudarem para um local mais neutro.

RAZÕES DO CARINHO EUROPEU PELO TERRORISMO SAUDITA

Londres, Paris e Berlim não têm dúvidas: foi o Irão quem atacou a Arábia Saudita em meados de Setembro. O milionário negócio de armas com Riade garante tanta certeza num cenário de confusão

NASCEU O NEOLIBERALISMO CLIMÁTICO

Salvar o planeta! Ora aí está uma causa nobre, por certo não fracturante, à medida do mainstream, padronizada segundo as normas da opinião única, enfim polémica quanto baste porque os seus opositores são encabeçados por figuras que estão de passagem, como Donald Trump, por certo uma excepção na tão recomendável classe bipartidária e monolítica dos Estados Unidos da América. Atentemos nos casos de Obama, de Hillary Clinton, consabidamente tão amigos do planeta e do ambiente.

ATAQUE À ARÁBIA SAUDITA: FACTOS E MISTÉRIOS

Ao princípio foi um ataque a campos petrolíferos sauditas lançado pela resistência iemenita. Agora, passada mais de uma semana, as certezas iniciais foram-se esbatendo para dar lugar a um conjunto de factos debatendo-se numa teia de mistérios e alimentando uma enorme confusão – boa para os pescadores globais de águas turvas. Entre os quais os grandes especuladores financeiros, os adeptos da bolha da dívida, os amantes das “crises do petróleo” e os fanáticos da necessidade de uma guerra contra o Irão.

NETANYAHU PERDEU, MAS AINDA MEXE…

Netanyahu perdeu em Israel, mas os resultados das eleições não dissiparam o impasse para formação de um governo. O imbróglio político é emaranhado e o primeiro-ministro ainda tem semanas para virar o jogo a seu favor e fazer malfeitorias.

O EXEMPLO DE NOVA ORDEM ENVIADO DO EXTREMO ORIENTE

A quinta edição do Fórum Económico Oriental, que decorreu em Vladivostoque, demonstrou que o multilateralismo e a cooperação mutuamente vantajosa são possíveis mesmo entre nações que têm um passado – e até um presente – de antagonismo. No Extremo Oriente, sob a égide da Rússia, várias nações asiáticas enviaram esta mensagem ao mundo – a de que uma nova ordem internacional é possível - significativamente ignorada pelos meios de comunicação mainstream.

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top