O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

A GRANDE MENTIRA IRAQUIANA 16 ANOS DEPOIS

Em 21 de Março de 2003, os Estados Unidos e o Reino Unido lançaram a guerra para destruir o Iraque com base numa torrente de mentiras. Os responsáveis estão impunes.

MONTES GOLÃ:TRUMP ESPEZINHA O DIREITO INTERNACIONAL

Eternização da ditadura de Netanyahu, riquezas petrolíferas e guerra contra o Irão são três objectivos de Trump inscritos no reconhecimento da anexação dos Montes Golã por Israel

O MARTÍRIO DE JULIAN ASSANGE NAS MÃOS DO BIG BROTHER

Sobre Julian Assange continua a pender a sede de vingança norte-americana, sob capa de "justiça". E até os jornalistas mainstream ignoram quem tanto dignifica a profissão, por procurar e difundir a verdade escondida

“NITRO ZEUS” E O APAGÃO NA VENEZUELA

Um vírus produzido nos Estados Unidos, com o nome de código "Nitro Zeus" é a arma cibernética usada pela administração para provocar os apagões sucessivos na rede de energia eléctrica da Venezuela

O TRIUNFO DA MENTIRA GLOBAL

Não houve qualquer ataque químico em Duma, na Síria, no dia 7 de Abril de 2018. A Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ/OPCW) investigou o local, não detectou vestígios de substâncias tóxicas nem conseguiu contar os mortos, "se é que os houve". As imagens foram encenadas, como têm vindo a denunciar numerosos jornalistas que respeitam a ética da profissão. Esse suposto "ataque", recorda-se, levou os Estados Unidos, a França e o Reino Unido a bombardearem a Síria uma semana depois. No entanto, a informação dominante que intoxicou o mundo com as imagens falsas não restaura agora a verdade nem sequer dá relevo ao relatório da OPAQ. É o triunfo da mentira.

MOVIMENTOS DE MAU AGOURO DA NATO EM ITÁLIA

A reorganização da base militar norte-americana de Camp Darby, em Itália, levanta suspeitas e reaviva memórias de más práticas da NATO.

GUERRA DOS EUA “CONTRA O TERRORISMO” TRAVA-SE EM 80 PAÍSES

Sob disfarces vários, mas sob o mesmo pretexto, os Estados Unidos travam a "guerra contra o terrorismo" em 80 países, isto é, 40% das Nações da Terra. Em combate aberto ou sob as capas de "treino" e "assistência", o corpo expedicionário norte-americano é global e imperial, ao mesmo tempo que os efectivos terroristas e o número de organizações terroristas não deixaram de crescer e alastrar desde que o combate foi declarado, a seguir aos mal explicados atentados de 11 de Setembro de 2001. A situação deixa numerosas perguntas no ar, a que os governos, a começar pelo dos Estados Unidos, e as instituições internacionais não estão interessados em responder.

ISRAEL COM A ÍNDIA NA GUERRA DE CAXEMIRA

A Índia é o maior cliente militar de Israel; os primeiros-ministros extremistas e nacionalistas trocam afinidades ideológicas viradas contra os vizinhos muçulmanos.

EUA E ISRAEL PREPARAM GUERRA NOS MONTES GOLÃ

Os Montes Golã, ocupados por Israel à Síria, são cenário de uma guerra anunciada e que terá também o Irão no horizonte. Os Estados Unidos preparam-se para reconhecer a anexação do território por Israel, sobretudo devido à existência já comprovada de importantes reservas de petróleo que Washington e Telavive acordaram explorar em consórcio. A anexação, além de violar o direito internacional, poderá ser o detonador de nova fase da guerra contra a Síria, que os Estados Unidos e Israel desejarão estender contra o Irão e o Hezbollah libanês.

“AGRESSÃO HUMANITÁRIA” – NOVO CONCEITO, VELHAS PRÁTICAS

"Ajuda humanitária" é uma forma recente de aplicar a velha estratégia de cinismo de quem explora condições difíceis para seres humanos para delas tirar proveito por interesses próprios. Entre os anos trinta do século passado, como já sublinhava Bento de Jesus Caraça, e as provocações ocorridas nestes dias nas fronteiras da Venezuela, não passou assim tanto tempo e os métodos apenas refinaram na propaganda.

PARTIDO DE GUAIDÓ É DA INTERNACIONAL SOCIALISTA...

O partido venezuelano Voluntad Popular, de Juan Guaidó e dirigido pelo fascista Leopoldo Lopez, é membro da Internacional Socialista. O que explica muita coisa.

SÁBADO, 23: UM GUIÃO PARA A INVASÃO DA VENEZUELA

Um advogado, activista dos direitos humanos e militante da causa venezuelana deixa aqui um ponto da situação da conspiração internacional contra a Venezuela; e, com base em fontes do que designa “inteligência social”, traça um roteiro possível do início da agressão estrangeira contra o país, havendo ainda muitos indícios de outras origens convergindo no próximo sábado, dia 23. Ficam estas linhas para que tenhamos a noção do que está a acontecer e do que se prepara um mês depois de Washington ter entronizado um seu agente como “presidente interino” em Caracas.

Mais notícias...

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top