O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

EUA E ISRAEL PREPARAM GUERRA NOS MONTES GOLÃ

Os Montes Golã, ocupados por Israel à Síria, são cenário de uma guerra anunciada e que terá também o Irão no horizonte. Os Estados Unidos preparam-se para reconhecer a anexação do território por Israel, sobretudo devido à existência já comprovada de importantes reservas de petróleo que Washington e Telavive acordaram explorar em consórcio. A anexação, além de violar o direito internacional, poderá ser o detonador de nova fase da guerra contra a Síria, que os Estados Unidos e Israel desejarão estender contra o Irão e o Hezbollah libanês.

“AGRESSÃO HUMANITÁRIA” – NOVO CONCEITO, VELHAS PRÁTICAS

"Ajuda humanitária" é uma forma recente de aplicar a velha estratégia de cinismo de quem explora condições difíceis para seres humanos para delas tirar proveito por interesses próprios. Entre os anos trinta do século passado, como já sublinhava Bento de Jesus Caraça, e as provocações ocorridas nestes dias nas fronteiras da Venezuela, não passou assim tanto tempo e os métodos apenas refinaram na propaganda.

PARTIDO DE GUAIDÓ É DA INTERNACIONAL SOCIALISTA...

O partido venezuelano Voluntad Popular, de Juan Guaidó e dirigido pelo fascista Leopoldo Lopez, é membro da Internacional Socialista. O que explica muita coisa.

SÁBADO, 23: UM GUIÃO PARA A INVASÃO DA VENEZUELA

Um advogado, activista dos direitos humanos e militante da causa venezuelana deixa aqui um ponto da situação da conspiração internacional contra a Venezuela; e, com base em fontes do que designa “inteligência social”, traça um roteiro possível do início da agressão estrangeira contra o país, havendo ainda muitos indícios de outras origens convergindo no próximo sábado, dia 23. Ficam estas linhas para que tenhamos a noção do que está a acontecer e do que se prepara um mês depois de Washington ter entronizado um seu agente como “presidente interino” em Caracas.

BASES PLANETÁRIAS DOS EUA: O IMPÉRIO DO TERROR

São cerca de 800 em mais de metade dos países do mundo; algumas não saem do secretismo da clandestinidade permitida por governos corruptos ou corrompidos. É a geografia do terror através da qual o império norte-americano pretende demonstrar a sua força impondo o medo e a subjugação. Nessas bases não vigoram o direito internacional ou a lei, a não ser a da força e do poder arbitrário. Ou da arrogância imperial imposta a um Estado que permanece soberano, como em Guantánamo, em Cuba. As bases militares norte-americanas pretendem afirmar um domínio que tem como reverso o desespero de um globalismo decadente. Por isso, tendencialmente sem limites nem razão humana.

O LONGO DEDO DA CIA NAS ARMAS “HUMANITÁRIAS”

Responsáveis pelo avião detectado fazendo contrabando de armas para a Venezuela têm antecedentes de colaboração com a CIA em operações clandestinas e de "ajuda humanitária".

UCRÂNIA NA NATO, GUERRA MAIS PRÓXIMA

A Ucrânia incluiu a pertença obrigatória à NATO e à União Europeia na Constituição. Quando se consumar a integração na aliança, ficará mais próxima uma guerra de proporções incalculáveis

RAPINA COLONIAL: DA PESCA DO SAARA AO OURO DA VENEZUELA

A mentalidade colonial continua bem viva na Europa e nas Américas, e os velhos pretextos de proselitismo religioso transformaram-se em dogmas democráticos. E assim a União Europeia se apropria indevidamente de riquezas que não lhe pertencem não hesitando recorrer a regimes de ocupação, como são os de Marrocos e de Israel, e a mentalidades de dominação, como a norte-americana em relação à Venezuela e à América Latina em geral. Em poucos dias a União Europeia associou-se a processos de rapina das riquezas pesqueiras do território ocupado do Saara Ocidental e aos bens petrolíferos e em ouro do povo da Venezuela. Por alguma razão os regimes terroristas de Marrocos e de Israel e as práticas fascistas de Juan Guaidó são "democracias" preferidas de Bruxelas e de Lisboa, não apenas por arrastamento.

IRÃO É PRETEXTO PARA ATACAR A VENEZUELA

O núcleo de falcões que gere a política externa dos Estados Unidos associa o Médio Oriente à Venezuela para ampliarem os pretextos de guerra

ISRAEL VEDA GAZA COM UM MURO DE 65 KM

Israel completa a transformação de Gaza num campo de concentração vedando o território com um muro de 65 quilómetros e seis metros de altura.

O ROUBO DO OURO DA VENEZUELA E OUTRAS HISTÓRIAS

O roubo de 31 toneladas de ouro ao Estado venezuelano é mais um passo na caminhada norte-americana pelo desprezo absoluto das normas do direito internacional em vigor.

PARA SABER TUDO SOBRE O GOLPISTA JUAN GUAIDÓ

Formou-se em "revoluções coloridas" e "mudanças de governo" numa escola sérvia de terrorismo patrocinada pelos Estados Unidos; integrou a "Geração 2007", elite desestabilizadora venezuelana paga por Washington; fez estágios nas arruaças sangrentas e assassinas de 2014 e 2017 chamadas "guarimbas"; a sua carreira foi relativamente discreta até se proclamar "presidente" da Assembleia Nacional e da Venezuela depois de ter recebido um telefonema do vice-presidente dos Estados Unidos, não tendo sido eleito para qualquer dos lugares. É o escolhido por Trump para administrar, a rogo, as maiores reservas petrolíferas mundiais; e, por inerência subserviente ao mesmo Trump, é também o escolhido pela União Europeia e pelo governo de Portugal para "presidente legítimo" da Venezuela e "restaurar a democracia" no país. Conheça Juan Gaidó, o golpista venezuelano que o mundo "civilizado" e a fina flor dos media fast news veneram sem verdadeiramente curarem de saber quem é.

Mais notícias...

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top