O LADO OCULTO - Jornal Digital de Informação Internacional | Director: José Goulão

O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

Assinar

ISRAEL COM A ÍNDIA NA GUERRA DE CAXEMIRA

A Índia é o maior cliente militar de Israel; os primeiros-ministros extremistas e nacionalistas trocam afinidades ideológicas viradas contra os vizinhos muçulmanos.

TUDO SOBRE A PRESENÇA NORTE-AMERICANA EM ÁFRICA

São 34 as bases militares norte-americanas em África, concentradas principalmente no Centro e Oeste do continente e no Corno de África. Ocupação que se pretende "discreta" mas "eficaz".

HUMBOLDT, A VENEZUELA E A TRAIÇÃO DA EUROPA

Dois séculos e meio depois do nascimento, a obra humanista e de visão integral do cientista alemão Alexander von Humboldt é de uma actualidade flagrante, até quando denuncia a traição da Europa para com a América Latina.

O JOGO DAS BASES MILITARES EM ÁFRICA

A corrida neolonial às matérias-primas africanas faz-se com apoio em bases militares que se multiplicam no continente. Tanto mais que os avanços chineses são evidentes na região.

OS EUA E O FASCISMO NO BRASIL

Ontem como hoje, o fascismo no Brasil tem inspiração nos Estados Unidos, como caminho para reforçar a dominação de tipo neocolonial

NEOLIBERALISMO GERA AS MARCHAS DO DESESPERO

Fogem da violência, do fome e do desemprego, para bater à porta dos responsáveis pela situação. Que, além dos muros, ameaçam recebê-los a tiro

BRASILEIROS EM BUSCA DA UNIÃO ESSENCIAL

Milhões de brasileiros organizam a resistência popular e social procurando a unidade na perspectiva do que aí vem

O BRASIL AJOELHA-SE ANTE OS ESTADOS UNIDOS

Tiro e queda: Jair Bolsonaro ainda não tomou posse mas Trump já o chamou a Washington

O CANAL DA DISCÓRDIA ENTRE EUA E CHINA

A construção de um canal no Istmo de Kra (Tailândia), evitando o Estreito de Malaca, controlado pelos Estados Unidos, reforça a discórdia entre Washington e Pequim

BRASIL, PAÍS COLADO AO PASSADO

As eleições presidenciais colaram ainda mais o Brasil ao passado, anunciando desigualdades sociais mais profundas. Mas revelaram que há 47 milhões de brasileiros como base para construir o país do futuro.

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE AS ELEIÇÕES BRASILEIRAS

O Brasil acaba de eleger um administrador colonial, não um Presidente da República, para impor o novo colonialismo da ordem neoliberal. A luta, agora, é contra as forças da morte

CHINA E ÁFRICA DRIBLAM O FMI E O COLONIALISMO

Há outras formas de investir em África, dirigidas essencialmente ao encontro “do que os africanos necessitam”. A China demonstra-o.

fechar
goto top