O Lado Oculto é uma publicação livre e independente. As opiniões manifestadas pelos colaboradores não vinculam os membros do Colectivo Redactorial, entidade que define a linha informativa.

O BRASIL AJOELHA-SE ANTE OS ESTADOS UNIDOS

Tiro e queda: Jair Bolsonaro ainda não tomou posse mas Trump já o chamou a Washington

O IMPÉRIO CONTRA ATACA PELA EXTREMA-DIREITA

Governos, grandes empresas transnacionais, altos quadros da NATO, "think tanks" e falsas ONG's juntam-se em redes globais de conspiração e manipulação para eternizar a ditadura neoliberal

REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA E TECNOLOGIA DA REVOLUÇÃO

Bolsonaro provocou a saída dos médicos cubanos que ajudavam o povo brasileiro. Sendo Cuba o país com uma reconhecida qualidade de saúde, a decisão faz pensar...

O IMPERIALISMO VAI NU

As crises, isto é, quando os donos do mundo querem ainda mais lucros, deixam completamente a nu o carácter desumano do imperialismo

UM OLHAR BRASILEIRO PARA O FUTURO

João Pedro Stedile, dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, perspectiva o futuro da resistência no Brasil e promove a campanha internacional para levar Lula até ao Nobel da Paz

A TEIA DA ARANHA-ARMADEIRA - O GOLPE BOLSONARIANO

Quase duas semanas depois da segunda volta das eleições presidenciais brasileiros, feitos os primeiros balanços, começa a estar claro que o golpe concretizado através de Jair Bolsonaro resulta de uma estratégia organizada de tomada de poder pelo neofascismo recorrendo à manipulação do fenómeno endémico da corrupção com apoio com o sector da justiça já corrompido. E assim a anti-política toma conta da política para defender os "humanos direitos", como diz Hamilton Mourão, o general que vai assumir a vice-presidência e terá como "ministro da Cultura" um actor pornográfico.

BRASIL, PAÍS COLADO AO PASSADO

As eleições presidenciais colaram ainda mais o Brasil ao passado, anunciando desigualdades sociais mais profundas. Mas revelaram que há 47 milhões de brasileiros como base para construir o país do futuro.

OPERAÇÃO CONDOR, PARTE II

A eleição de Jair Bolsonaro como presidente do Brasil traz a peça que faltava no puzzle da nova geração Condor, isto é, os herdeiros das ditaduras militares dos anos 70/80 do século passado que, sob a batuta da CIA, geraram as primeiras experiências do neoliberalismo ortodoxo, puro e duro. Cerca de 50 mil mortos, 30 mil desaparecidos, 400 mil presos políticos provocou a primeira Operação Condor orquestrada pela CIA. Sob métodos diferentes, mas com os mesmos objectivos e maestros, a Operação Condor, Parte II procura a sobrevivência do neoliberalismo sem contemplações com a democracia, agora que a crise se arrasta e exige uma espécie de regresso às origens.

A DEMOCRACIA ATRAIÇOADA NO BRASIL

Na fase que agora inicia de luta contra o fascismo de Bolsonaro, a democracia tem de levar em conta que tem sido parte fragilizada no novo habitat tecnológico das redes sociais

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE AS ELEIÇÕES BRASILEIRAS

O Brasil acaba de eleger um administrador colonial, não um Presidente da República, para impor o novo colonialismo da ordem neoliberal. A luta, agora, é contra as forças da morte

AUTORRETRATO DE BOLSONARO EM DISCURSO DIRECTO

Jair Bolsonaro nas suas próprias palavras. A melhor maneira de o conhecer

CHOCAM-SE OVOS DA SERPENTE NO URUGUAI

Também no Uruguai começam subir de tom as ameaças fascistas, negando que tenha havido ditadura fascista no país

Mais notícias...

Iniciar sessão

Recuperar password

goto top