SEMANÁRIO DIGITAL DE INFORMAÇÃO INTERNACIONAL | DIRECTOR: JOSÉ GOULÃO

07 DEZEMBRO 2018.0014

O LADO OCULTO
ANTÍDOTO PARA A PROPAGANDA GOBAL
ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE AS ELEIÇÕES BRASILEIRAS

2018-11-01

O Brasil acaba de eleger um administrador colonial, não um Presidente da República, para impor o novo colonialismo da ordem neoliberal. A luta, agora, é contra as forças da morte

A DEMOCRACIA ATRAIÇOADA NO BRASIL

2018-11-01

Na fase que agora inicia de luta contra o fascismo de Bolsonaro, a democracia tem de levar em conta que tem sido parte fragilizada no novo habitat tecnológico das redes sociais

FALSOS ATAQUES QUÍMICOS EM PREPARAÇÃO NA SÍRIA

2018-11-01

Desmascarados, mas sem emenda. Os Capacetes Brancos continuam a encenar ataques químicos na Síria, cumprindo a estratégia da al-Qaida

O REGRESSO DOS “EUROMÍSSEIS”

2018-11-01

Os Estados Unidos anunciam que vão abandonar um tratado nuclear, o INF, que já violam desde que instalaram "escudos defensivos" na Polónia e Roménia

GAZA, O LABORATÓRIO DA INDÚSTRIA DA MORTE

2018-11-01

"Apuramos os nossos sistemas em tempo real", ou como os fabricantes de armas olham para Gaza

OPERAÇÃO CONDOR, PARTE II

2018-11-01

A eleição de Jair Bolsonaro como presidente do Brasil traz a peça que faltava no puzzle da nova geração Condor, isto é, os herdeiros das ditaduras militares dos anos 70/80 do século passado que, sob a batuta da CIA, geraram as primeiras experiências do neoliberalismo ortodoxo, puro e duro. Cerca de 50 mil mortos, 30 mil desaparecidos, 400 mil presos políticos provocou a primeira Operação Condor orquestrada pela CIA. Sob métodos diferentes, mas com os mesmos objectivos e maestros, a Operação Condor, Parte II procura a sobrevivência do neoliberalismo sem contemplações com a democracia, agora que a crise se arrasta e exige uma espécie de regresso às origens.

goto top

Recuperar password